MINHA ÚLTIMA PARTICIPAÇÃO NO GRUPO "FILOSOFIA", DO FILÓSOFO PAULO GHIRALDELLI JR, NO FACEBOOK

EM SEGUIDA A EDUCAÇÃO INTEGRAL DO PROFESSOR HUBERTO ROHDEN

- Paulo G.17 de abril de 2011 13:20
Não perca tempo em matar um padre se você pode esfolar um pastor (
De um caminhante americano, durante a Guerra Civil)

- Pry 17 de abril de 2011 09:57
  Credo Paulo.

- Fernando Antônio Oliveira17 de abril de 2011 16:35
 Também tenho vontade de esfolar "as ideias" de alguns pastores http://bloguetando.blogspot.com/2010/09/o-trevesseiro-ungido.html

- Pry 17 de abril de 2011 20:36
  As idéias sim.algumas deveriam morrer.

- Paulo G RES: [FILOSOFIA] O problema da educação não tem solução?


- Fernando Antônio Oliveira18 de abril de 2011 16:35
Em vez de padres e pastores, esfole um professor, e antes do “credo Fernandão”, pense que “ninguém pode educar alguém, alguém só pode educar a si mesmo” (Huberto Rohden)... o que nos remete a Sócrates.. ao autoconhecimento. Este é o único  problema educacional que não tem solução.


- Paulo G19 de abril de 2011 09:41
 Fernando, você está redondamente enganado. Foi contra gente que pensa como você que escrevi o artigo. Gente como você deve não ser esfolada, deve ser currada.

Liliane 19 de abril de 2011 09:37
ainda bem Paulo que você já comentou ...o que diria para alguém que manda esfolar professor?
Autoritarius delirius ?
Pessoa que quer um chefe ou pai para ficar dizendo amém” (frase do próprio Paulo), que, por sentirem mais orgulho de seu “mestre” do que de si mesmas, não fazem outra coisa a não ser concordar e aplaudir, além de apoiar, por omissão, os descalabros que seu guru espiritual

Paulo G.19 de abril de 2011 13:50
 Pois é Liliane, essa Fernando quer tapas na bunda.

Fernando Antônio Oliveira19 de abril de 2011 06:57
 “Ensine-me a fazer isso”. “Sim, eu ensino”. É importantíssimo, mas o centro de toda e qualquer relação pedagógica é um pouco mais embaixo, é de lá que parte o conhecimento... de dentro. E a julgar pela grosseria do “filósofo brasileiro” (http://twittanto.blogspot.com/2011/04/bento-carneiro-vampiro-brasileiro-pzztt.html ) , se digo que é mais embaixo e “de dentro”...  corro o risco dele pensar que me refiro ao que sai de sua cabeça.

Paulo G19 de abril de 2011 08:23
 Meu caro, grosseria, eu? Você manda esfolar professor, justamente os que pior ganham nesse país, e diz que eu sou grosseiro. Você é uma debutante de rabo frouxo. Um sem vergonha.

Obs.: Este é o veneno do filósofo, distorcer as palavras. Em vez do "ninguém pode educar alguém, alguém só pode educar a si mesmo” (Huberto Rohden)... o que nos remete a Sócrates.. ao autoconhecimento", preferiu o "esfolar professor", que era um gancho sobre "esfolar ideias", o que ele mesmo tinha dito sobre esfolar padres e pastores.

Fernando Antônio Oliveira19 de abril de 2011 10:3

Olha filósofo brasileiro,
Conheço sua manha... volta e meia faz este jogo de cena. Eu sou professor e todos entenderam o que eu quis dizer.
Recentemente, no grupo “Refletindo Educação, formado só por professores, do qual vc fazia parte, e que o idiota aqui foi o único a defender sua permanência, disse a um colega que suas agressões não passavam de “provocações filosóficas”, até que descobri que vc queria era isso mesmo, ao contrário do que vc faz aqui neste seu reinozinho virtual, era detonar o grupo. Só percebi isso quando extrapolou e fez referência ao físico de um dos professores: “um gordinho ridículo, que devia ser motivo de gozação para todos”... fora outras barbaridades que disse para outros membros... vou tentar copiar e colar aqui... aquilo sim era uma verdadeira “curra”, coisa de gente, verdadeiramente sem vergonha
Acho que o nível aqui está ficando baixo demais, assim você pode até perder clientes da sua banca de livros, antecipando a decepção que até então só acontecia com a chegada dos correios.

AQUI ACABOU A DISCUSSÃO, O "CENSOR" ME EXPULSOU DO GRUPO “FILOSOFIA”

 

http://ghiraldelli.pro.br/2011/04/19/o-problema-educacional-nao-tem-solucao/

Opinião do "filósofo" Paulo Ghiraldelli sobre a sua "pedagogia intelectual, moral e erótica": "(...) Não é a toa, entre os gregos, a melhor relação pedagógica era a relação de pederastia (...) a Grécia antiga teceu a relação pedagógica como alguma coisa feita sob o comando de Eros.(...) um encontro antes erótico que intelectual. Um encontro intelectual e moral, porque erótico

 

NÃO DEIXEM DE LER ESSA ABERRAÇÃO

Nesse link para conhecer mais uma aberração desse suposto filósofo, ou melhor, um "filósofo de merda", onde teve coragem de publicar um artigo elogiando a pedofilia: CLIQUE AQUI

É fácil manipular o mesmo veneno destas pessoas que rastejam entre as palavras, por isso estou sempre pedindo: "Põe guarda, Senhor, à minha boca. Vigiai a porta dos meus lábios". Sl 141; 3

 

 

Da mesma forma como Paulo Ghiraldelli Jr. cita a pederastia como "ferramenta pedagógica", veja um outra de suas besteiras, a "Ditadura do Amor" (http://ghiraldelli.pro.br/2011/01/16/a-ditadura-do-amor/), e a crítica do bem humorada do filósofo Olavo de Carvalho.

O QUE NÃO INTERESSOU AO GRUPO "FILOSOFIA" DISCUTIR:

 Paulo G RES: [FILOSOFIA] O problema da educação não tem solução?


 
"Em vez de padres e pastores, esfole um professor, e antes do “credo Fernandão”, pense que “ninguém pode educar alguém, alguém só pode educar a si mesmo” (Huberto Rohden)... o que nos remete a Sócrates.. ao autoconhecimento. Este é o único  problema educacional que não tem solução".

Texto atualizado em 24/05/2012
    O professor Huberto Rohden representou graficamente o homem integral por três círculos parcialmente sobrepostos e parcialmente independentes, deixando no centro uma área comum a todos os círculos, e ao centro, um triângulo formando uma área acromática, que segundo a física, a luz incolor é a síntese de todas as cores.
    A luz do centro afeta todos os círculos periféricos, e a verdadeira educação só pode partir do centro, do Eu, porque só esta luz incolor pode atingir, ao mesmo tempo, o corpo, a mente e as emoções.
    Só assim podemos compreender verdadeiramente o sentido e o significado da palavra educação, cuja origem etimológica é eduzir (conduzir de dentro para fora), por isso autoeducação, partindo do centro da natureza humana, cuja função do professor é apenas mostrar o melhor caminho, e, para fazer isto bem, deve, antes de tudo, se autoconhecer, coisa impossível nesta aloeducação erótica proposta pelo Sr. Paulo Ghiraldelli Jr., sua pedagogia atinge apenas dois destes círculos periféricos, o corpo e a mente (vermelho e verde).

" O MUNDO DOS FATOS NÃO CONDUZ NENHUM CAMINHO PARA O MUNDO DOS VALORES, PORQUE ESTES VEM DE OUTRA REGIÃO"   ALBERT EINSTEIN (AQUI, O POST QUE ESCREVI SOBRE ESTE TEMA)

Peço perdão aos leitores do Bloguetando por trazer para cá um assunto tão desagradável, mas este é o único espaço que disponho para exercer meu direito de resposta. Pelo menos foi uma oportunidade de mostrar o pensamento de Huberto Rohden. 

 

VOLTAR PARA O BLOGUETANDO