CHIQUINHA GONZAGA 1847 -1935
Francisca Edwiges Neves Gonzaga nasceu no Rio de Janeiro, em 17 de outubro de 1847. Seus pais - uma mulata solteira e o Marechal Jose Basileu Neves Gonzaga, na época primeiro tenente - só viriam a se casar quando Chiquinha tinha três anos. Por conta da familia paterna, Francisca teve a educação esmerada dada às moças de boa estirpe no século XIX. Sua família gozava de certo prestígio, pois era parente distante do Duque de Caxias.
Chiquinha casou-se aos 16 anos. A independência e o amor à música foram motivos de desentendimentos desde o inicio de sua relação. Seu casamento durou pouco. Ainda assim, desta união resultaram três filhos. Mais tarde, Chiquinha se envolveu com João Batista de Carvalho Junior, com quem teve uma filha. Em 1899, conheceu João Batista Fernandes Lage, jovem português de apenas 16 anos. Nasceu então um romance que durou até o fim de sua vida, apesar da diferença de idades.
Francisca foi uma mulher pioneíra em vários aspectos. Primeiro porque não agiu de acordo com os preceitos de sua classe social ao se separar, fato incomum que causou escândalo na época. Depois, por escolher uma profissão que pertencia essencialmente ao universo masculino: tornou-se compositora para o teatro de revista e mais tarde se transformaria numa grande regente.
                                                                                                               VOLTAR